Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Resgate

por outraidade, em 28.09.12

FMI quis que Portugal pedisse resgate 10 meses antes. A revelação é feita à Renascença pelo jornalista David Diniz, co-autor do livro “Resgatados”.

 

Já desconfiávamos ou, pelo menos, houve rumores ao tempo.

Não admira, portanto.

Isto levou-me a questionar-me o que sabia eu do FMI. E que sabemos nós do FMI?

O Fundo Monetário Internacional é uma organização internacional do qual fazem parte todos os membros da ONU e mais uns quantos (os Estados Unidos, único membro com poder de veto).

Criado em 1944, tem por objectivo a estabilidade do sistema monetário internacional. Tal só é possível se houver uma expansão equilibrada do comércio, níveis elevados de emprego, estabilidade nos câmbios, diminuição da pobreza.

Através dos seus recursos, o FMI empresta dinheiro aos países membros num prazo limitado e mediante determinadas condições oferecendo para tal o apoio técnico e respectiva fiscalização do cumprimento.

Mas donde vem o dinheiro que o FMI empresta?

Dos países accionistas. Ou seja, o FMI é uma espécie de seguro de saúde e de vida, não vá acontecer uma qualquer desgraça inesperada. Mas, em certa medida, traz-me à memória aquelas seguradoras que, apesar de terem prometido mundos e fundos, na hora levanta mil e um obstáculos.  Aquelas letrinhas muito pequeninas, quase ilegíveis, num cantinho qualquer da papelada, lá nos tramaram.

Prevalecem-me assim algumas dúvidas sobre os benefícios em pedir os resgate 10 meses antes.

Mas vou pensar nisso. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10

Trabalhar mais tempo

por outraidade, em 27.09.12

O economista e conselheiro de Estado Vítor Bento defendeu hoje que a reforma deve ser  estendida para ajudar as gerações "mais entaladas".   

"Se a população vive mais tempo, tem de trabalhar mais tempo. É a única forma de ajudarmos a geração dos pais que é a mais entalada", in Económico.

 

O problema talvez não seja trabalhar mais tempo mas estar apto a trabalhar mais tempo.

As pessoas vivem mais tempo é verdade, mas de que forma? Ou seja, as capacidades físicas e intelectuais permanecem até mais tarde? Estaremos a envelhecer mais tardiamente ou temos recursos para prolongar a vida mais anos?

Há casos e casos todos sabemos mas numa sociedade onde a competetividade, a rapidez e a exigência são os principais padrões de avaliação, não sei se há lugar para a experiência ritmada de um sexagenário, a quem chamam idoso para não usar a palavra velho, que pensa à velocidade dos neurónios em vez dos bites e que, por muito integrado que esteja, acredita mais nas capacidades humanas do que na infalibilidade das máquinas. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:09

A opinião

por outraidade, em 27.09.12

Opinião vale o que vale.

Apesar de se tratar de um exercício solitário e individual, as influências externas diversas têm mais peso do que desejaríamos.

A opinião devia seguir-se à confusão de idéias depois da observação e da ponderação. Muitas vezes não é assim porque nos atiramos com unhas e dentes às coisas, quantas vezes, toldádos pela emoção.

Bom, mas voltamos ao início, a opinião vale o que vale.

A minha não foge à regra e recuso-me a passá-la a escrito ao abrigo do acordo ortográfico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:35


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D